Caso 01

Paciente: A.P.S., 21 anos, estudante e esportista.

Quadro de dor cervical e torcicolos frequentes, com limitação dos movimentos do pescoço; rigidez muscular crônica na região cervical e ombros. Retificação da lordose cervical fisiológica

 

Princípios de tratamento utilizados: Descompressão, correção e estabilização dos estágios vertebrais que perderam seus ritmos biomecânicos fundamentais: C5 C6 C7 T1

 

Objetivos atingidos: normalização da lordose cervical fisiológica, com recuperação funcional dos movimentos e desaparecimento das dores

 

Tempo de tratamento: 4 meses

Caso 02

Paciente: A.P.T., 15 anos, estudante, quadro de cervicalgia e cefaléia, alteração funcional das ATMs , com grave inversão da lordose cervical fisiológica

 

Princípios de tratamento utilizados: Correção e estabilização dos estágios vertebrais , com ênfase em C0 C1, C1 C2, C4 C5 e transição cervico dorsal. Correção das ATMs

 

Objetivos atingidos: melhora da pinça descompressiva dos estágios vertebrais e do ritmo biomecânico fundamental da coluna cervical, com melhora da lordose fisiológica; houve melhora funcional das ATMs e controle das cefaléias .

 

Tempo de tratamento: 6 meses

Caso 03

Paciente: L.M., empresário, 57 anos, quadro de dorso lombalgia crônica; hiperlordose e hipercifose

 

Princípios de tratamento utilizados: Correção e estabilização dos estágios vertebrais da zona de hipopressão: T11- T12- L1- L2. 

Correção das articulações dos quadris e das articulações sacro-ilíacas para normalização do eixo trascoxofemural e da lordose lombar

 

Objetivos atingidos: estabilização da zona de hipopressão, com importante reequlibrio da cifose dorsal e da lordose lombar.

Houve redução das dores e melhora funcional para as AVDs

 

Tempo de tratamento:10 meses

Casos Clínicos

Resultados obtidos com a  utilização  da técnica Fisioterapia Articular Analítica:

Registros fotográficos | demonstração de resutados clínicos

 

Casos de ritmo de torção da bacia, com assimetria postural e atitude escoliótica.

 

Tratamento utilizado: correção e estabilização das articulações dos quadris (normalização do eixo trascoxofemural), das articulações sacro ilíacas e dos estágios vertebrais L4 L5 que estavam em desequilíbrio.

 

Objetivos atingidos: normalização do ETCF, estabilização da bacia, melhora da simetria postural.

 

Tempo de tratamento: 6 meses, em média.

 

CASO 1 - .antes
CASO 1 - .antes
CASO 1 - depois
CASO 1 - depois
CASO 2 - antes
CASO 2 - antes
CASO 2 - depois
CASO 2 - depois
CASO 3 - antes
CASO 3 - antes
CASO 3 - depois
CASO 3 - depois
R.B.- antes
R.B.- antes
R.B.- depois
R.B.- depois
P.M.- antes
P.M.- antes
P.M.- depois
P.M.- depois

Caso 04

Paciente: A.C.L., 60 anos, professor universitário. 

Quadro de dor na perna direita, contínua, associada a formigamento. Dor e parestesia do braço direito. Dores difusas em toda a coluna, instabilidade postural, dificuldade para as atividades funcionais em posição de pé. Protusões discais em C5C6 e L4L5 L5S1.

Grave inversão da curvatura lombar fisiológica.

 

Princípios de Tratamento Utilizados: Descompressão, correção analítica e estabilização de todo o empilhamento vertebral, com ênfase nas colunas cervical e lombar (principalmente os níveis em lesão)

 

Objetivos Atingidos: Controle das dores e desaparecimento da parestesia da perna e do braço direitos. Retorno às atividades funcionais, melhora na mobilidade cervical e recuperação da lordose lombar fisiológica, com importante ganho da estabilidade postural.

 

Tempo de tratamento: 1 ano (até a avaliação radiológica comparativa)

 

Antes
Antes
Depois
Depois